Nossa História: Nômades Digitais Saindo do Chile Para a Europa

viajando-pela-europa-turismo-en-la-serena

Atualmente, estamos dando a volta ao mundo com nossas magrelas de bambu, sendo que já estamos há aproximadamente um ano pedalando pela Europa.

Antes disso, viajamos de bike ao longo de quatro anos pela América do Sul, com R$ 416 iniciais, e fomos trabalhando de acordo com o dinheiro terminava. Quem quiser entender mais sobre a viagem, é apenas acompanhar esse blog .

Até 2013 morávamos em La Serena, no Chile. E atualmente estamos rodando o mundo de bike, barco, a pé, de ônibus, patinete, roller e nadando (quando dá).

Para nós, ser nômades digitais é um conceito de liberdade que reflete o cerne do coração humano. No fundo, todos queremos ter contato com culturas diferentes e coisas que não conhecemos.

Passar a vida acomodado e morando em apenas um lugar, com uma rotina incansavelmente repetitiva é algo que a princípio pode parecer seguro e cômodo. Mas na verdade, não passa de uma privação autoimposta pela sociedade.

Trabalhar na Europa vem sendo mais difícil, por causa disso, hoje financio este site por intermédio de uma palco de financiamento amiudado.

O sistema é simples: as indivíduos que gostam dos meus vídeos e demais conteúdos de viagem, ou inclusive as que desejam realizar parte do meu sonho de qualquer maneira, colaboram com uma jovem cifra mensal por intermédio de um site sem riscos.

São quantias baixas, a começar por R$ 3,00.

Uma vez que bem, vou deixar aqui alguns passos que são capazes de ser benéficos pra quem quem possui o inclusive dificuldade que eu: muita desejo de alucinar-se e pouco dinheiro no bolso. É mais simples que parece.

la-serena-chile-de-onde-viemos

1. Ação

Há uma base de viagem que você precisa ter em mente: quanto pouco dinheiro, maior necessita ser a sua personalidade de aclimatação, flexibilidade e improvisação.

Isto de maneira qualquer ou seja que você vai ter que mudar apetite ou exigir auxílio, afastado disso, somente que você vai ter de usar outras formas para além do prosaico princípios da aquisição: realizar colegas, achincalhar mais, analisar no que vai permitir.

Se você acarar os coisas não esperadas como parte da viagem, certamente vai achar que as melhores experiências, aquelas que você vai advertir pra vida toda, apenas costumam vir dos mesmos coisas não esperadas de no qual similarmente saem as piores situações. Esteja hábil e aproveitamento os 2, é tudo parte do inclusive estilo de vida. Alucinar-se é mais que se afastar do ponto A ao ponto B. A actuação entre estes 2 pontos é o que faz a diferença.

2. Faça colegas e interaja com a indivíduos local

Imagine alguém de fora chegando em seu município: por mais que os guias de viagem e agências de excursionismo se esforcem, geralmente ninguém saberá melhor que você como obter aqueles lugares que poucos conhecem, ou ter experiências melhores gastando pouco ou inclusive nada. Por que seria distinto no momento em que é com você em outro lugar?

Não subestime o quantidade da conversa despretensiosa, olhe no atenção, pergunte, smile mais, e dessa base sai todo o remanente. Os melhores lugares, o que evitar, pra no qual ir, tudo sai dessa mesma base. Você poderia ser anti-social e apenas pagar por tudo sem ao menos olhar para quem te servem.

Nesse caso, eliminando o dinheiro como maneira essencial de troca, as relações humanas são de crucial valia. Compreendido, mencionado isto, podemos ir a produtos mais práticos.

3. Alimento

Cozinhe, ou se alimente a alimento local: você vai alimentar-se mais, melhor, mais fresco e pagando bem pouco. Pergunte aos habitantes locais no qual eles comem, passeie pelo mercado local, converse.

A alimento local faz parte da cultura, por isso não faz acepção ir a outro lugar a acudir-se somente o que você já tinha em sua município. Evidente, nada impossibilita de as vezes acudir-se aquela pizza, um restaurante legal, não necessita ser absoluto.

Aferventar similarmente auxilia e BASTANTE. Opte por agasalho em um local com cozinha, ou rápido um fogareiro no seu abarracamento, com o tempo você acostuma. Faça novos colegas e cozinhe com eles. Alimentar-se vai além da correlação apenas comercial do restaurante, faça disso uma coisa a mais.

4. Líquidos (principalmente água)

Fantástico como se gasta dinheiro com água engarrafada, embora seja possível e alusivo a simples conquistar água bebível de maneira segura e aproximadamente dada. Pastilhas de cloro são encontradas em qualquer farmácia, ou inclusive água sanitária, dá uma olhada na porção indicada por litro pra realizar a combinação (costuma ser uma média de 3 gotas por litro).

Note que a porção indicada fica de acordo com a fonte da água, se é da bica (já clorada), do abismo ou do rio. A água encontra-se segura e com esforço aproximadamente bagatela, já que você pode apenas abarrotar as suas garrafas nas casas por no qual passa.

Água chope faz falta? Não seja por causa disso! Dá pra realizar a sua própria botelha térmica, usando somente botelha, atilho adesiva, papel alumínio e jornal, funciona BASTANTE bem.

Se você dormir num local no qual há geladeira, deixe as garrafas congelando e seja feliz ao longo todo o dia posterior (evidente, tenha em mente de não abarrotar a botelha por completo, afinal de contas o algidez expande e pode estourá-la).

5. Onde Ficar

Acampe ou use aplicativos de agasalho gratuita. Nas cidades mais baixos, exigir para abarracar no adro é mais simples que se imagina, e nas cidades grandes há geralmente os tais apps. Pra abarracar, há uma abalroada mais afetuoso e efetivo. Ao demandar SE você pode abarracar no adro da indivíduo, dizer “não” pode ser constrangedor e ela pode sentir-se invadida com o pedido.

Em vez de disso, pergunte NO QUAL você pode achar um lugar para abarracar. Desta maneira, encontra-se implícito o pedido de abarracar com a indivíduo e ela aceita caso se sinta agasalhado. Caso ela não ofereça o espaço, com certeza vai te aconselhar um local ou indivíduo no qual as suas chances são melhores. Pergunte o nome dessa indivíduo. Chegando no local posterior, você já vai quantidade dizer “O altíssimo que é o Seu João?

A Dona Josefa então da aresta disse que o altíssimo pode auxiliar a entender no qual posso abarracar essa noite!”. A indivíduo vai se sentir lisonjeada em ser uma informações de hospitalidade.

Caso não funcione, essa indivíduo vai te aconselhar outra indivíduo ou lugar, e dessa maneira segue o arrastado, não costuma demorar. Smile, olhe no atenção, não use óculos escuros, vá para realizar colegas, este conjunto tende a fazer uma maior hospitalidade que vai vai te garantir um lugar pra dormir.

Se for acabar em cidades maiores, a hospitalidade com desconhecidos pode ser menor, porém em agradecimento há os apps de agasalho gratuita.

Principalmente, são redes sociais no qual você se inscreve, hospeda (caso queira) e é acomodado, constantemente gratuitamente, e dessa maneira se maneira uma agremiação de auxilia mútua entre viajantes. Há o ancestral Couchsurfing, além de categorias de Facebook (como o “acampe no meu adro), entre outros. Para ciclistas, há uma ótimo escolha, o app “Cicloweb”, que funciona de forma similar ao contador de calorias, no entanto é indicado somente para ciclistas.

O legal pode ser exatamente trocar as relações comerciais por afeição. Em vez de de digerir o dinheiro pagando agasalho, você pode apenas ir ao mercado e adquirir alimento para que todos cozinhem acompanhados, ou traga bebidas. Será mais feliz, acessível e te trará mais experiência e colegas.

Aqui estão algumas dicas de onde ficar

6. Como se locomover 

Você não necessita ser um eremita para alucinar-se gastando pouco. Se há uma coisa que não abertura em qualquer lugar do mundo, em qualquer data, é que as indivíduos dançam, fazem som e encontram comportamento baratas de se alcoolizarem.

Descubra as bebidas locais, caminhe pela município, pesquise se possui um acúmulo carona ou acessível rolando, faça colegas locais. Divida uma botelha de bebedeira com seus novos colegas, compre mais coisas no mercado, faça piqueniques, cada lugar possui as suas particularidades.

Como descobri-las? Converse, pergunte, isto similarmente te auxilia a se absorver com o lugar.

Transporte local Acredite, sua perna não cai se você utilizar mais transportes além do táxi. Caminhe, alugue uma magrela, use transporte público, as opções são inumeráveis e variam de lugar para lugar. Na grande maior parte dos lugares no mundo, você não vai ser abandonado, acometido, sequestrado ou estuprado ao realizar isto, embora a TELEVISÃO como o contrário.

Também nos locais mais perigosos, o que pode ocorrer é que você não possa andar por todos locais em todos os horários, porém isto é mais raro que parece. Constantemente pergunte aos locais sobre isto, a mais de um.

O táxi talvez seja considerado similarmente, porém não como um modal absoluto. Saindo de uma afago de madrugada ou em afloramento, visto que não? Somente tenha em mente que essa é uma escolha entre VÁRIAS outras, e que algumas vezes afastar o taxi entre um grupo pode ter o inclusive preço do ônibus.

8. Andando entre outras cidades, estados e países

Você vai se abismar com até no qual você pode alcançar e quanto economiza usando transporte citadino para deslocamento intermunicipal, embora fazendo qualquer baldeação. Use intermodais (acoplamento entre distintos transportes públicos, forma ônibus + apetrechos). Entre estados e países, as experiências são capazes de ser incríveis usando ônibus ou apetrechos, ou inclusive calote.

Evidente, eu não poderia esquecer do meio que eu inclusive mais utilizo, a MAGRELA. De bicicleta é possível se andar de qualquer lugar para qualquer lugar NO MUNDO, completamente, com umas pequenas conexões em caso de água. Afinal, isto é um ponto sobre o qual vale uma postagem separada.

9. Usando telefone e internet

Utilizar o roaming do telefone celular pode ser surpreendentemente caro. Considere adquirir um chip local para realizar as chamadas locais. Converse com as indivíduos sobre o melhor chip para internet, você pode se abismar com a economia que se faz com isto.

Dependendo do lugar, há aqueles estabelecimentos acme oferecem WiFi, porém disso vocês já precisam entender e não pretendo me abater chovendo no ababalhado. 10. Trabalho e outras formas de financiar a viagem Este é um argumento sobre o qual dedicarei um artigo especial, por causa disso aqui deixo somente um apanhado.

Trabalhe em troca de cama e alimento (bares e hostels costumam proporcionar essa escolha), isto te dá autarcia para conhecer mais o lugar gastando aproximadamente nada, já que este tipos de trabalho costumam abarbar poucas horas do dia e tendem a ser leves e até agradáveis. Vale aborrecer para permissões e vistos para isto.

Você pode analisar formas de adotar a sua arte em mais lados do mundo, ou até inclusive adestrar-se outras no qual isto seja possível, isso talvez pode ser lucrativa e agradável. Se você acarreta conteúdo na viagem e/ou tem uma barga forte, é possível monetizar isto. Crowdfunding, financiamentos recorrentes, rifas e etc. ass ricardomartins

One Response to “Nossa História: Nômades Digitais Saindo do Chile Para a Europa”

  1. Hi, this is a comment.
    To get started with moderating, editing, and deleting comments, please visit the Comments screen in the dashboard.
    Commenter avatars come from Gravatar.

Deixe uma resposta